Remarketing: Como, quando e por que usar essa técnica na sua estratégia de marketing

Remarketing: Como, quando e por que usar essa técnica na sua estratégia de marketing

Descubra o que é remarketing, como ele pode ajudar as sua vendas e por onde começar a sua estratégia digital

Vamos começar com o exemplo prático de remarketing: Já quis muito um produto e entrou no site da empresa para comprar mas acabou desistindo. E logo depois passou a ver anúncios desse produto e similares? Então, você foi impactado pelo remarketing. 

Por definição, o remarketing é uma técnica de marketing digital que permite aos anunciantes alcançar o público que já visitou seu site. O remarketing oferece a oportunidade de alcançar clientes que têm interesse no seu produto ou serviço, mas não finalizaram a compra. Quando uma pessoa visita seu site, ele é marcado com um cookie especial que permite que você anuncie para ele online. Isso significa que você terá outra chance de convertê-los em clientes. 

Segmentar pessoas que já demonstraram interesse em seu negócio é uma das maneiras mais eficazes de lembrá-las de voltar ao seu site. É uma estratégia inteligente que impulsiona vendas e conhecimento de marca. Isso pode ser feito de várias maneiras, de anúncios gerais, campanhas por e-mail, mídia social e muito mais. Então, o que é remarketing? E por que ele é importante?

O que é remarketing

O remarketing entende as correria da vida moderna, as pessoas estão ocupadas e têm outras coisas acontecendo em suas vidas. O remarketing oferece às pessoas um lembrete gentil de terminar o que começaram, um link direto para voltar aquilo que elas querem comprar. E ao mesmo tempo que reforça a sua marca e a mensagem para o usuário sempre que ele vê um anúncio seu. É sobre educar o público no funil de venda, eles irão conhecer a sua marca e aprender a confiar nela. Quando finalmente tiverem um momento livre, é mais provável que a conversão de compra aconteça no seu site. 

Como estabelecemos lá no começo do texto, remarketing é a prática de marketing ou direcionamento a pessoas que já demonstraram interesse em seu negócio ou site, mas saíram sem realizar uma conversão. São anúncios direcionados a um público específico e qualificado (aqueles que já visitaram seu site) enquanto eles estão navegando em outro lugar na internet. O anúncio pode ser apenas para o seu site ou para um item específico que o visitante em questão pode ter visto.

Pesquisas mostram que 92% das pessoas não compram na primeira visita a um site – é por isso que as marcas precisam “segui-los” e garantir que eles voltem ao funil no estágio correto. Se alguém acessa sua página inicial e não converte, quando você faz uma campanha de remarketing as chances da conversão se realizar são  maiores. 

A eMarketer aponta que 3 em cada 5 pessoas notam e consideram os anúncios mostrando produtos que elas já visualizaram em outra página. As campanhas de remarketing têm um desempenho 10 vezes melhor do que os banners comuns de exibição. Já a Spirialytics indica que os visitantes do site que são redirecionados com anúncios gráficos têm uma probabilidade de conversão em até 70%.

É simples entender o remarketing. O foco dessa estratégia é mostrar através de anúncios os produtos em que leads e consumidores já estão interessados. Por meio de dados de navegação ou cookies, as empresas podem fazer ofertas personalizadas que geram mais conversão.

Como o remarketing funciona

Nem é preciso dizer que o funil de marketing – o processo que guia alguém do estranho ao cliente – é um dos ativos mais importantes de todo a jornada de marketing. Mas se você quiser levar os seus cliques para o próximo nível e acelerar esse processo, seu funil precisa incluir alguma forma de remarketing. Monitorar e entender  o comportamento de seu cliente é essencial para conseguir encontrar ele no meio do caminho e usar essas informações para empurrá-lo de volta para seu site.

O remarketing começa quando alguém visita o seu site e aceita que os cookies sejam implementados na navegação. Não importa onde você vá na web, é possível rastrear esse comportamento. Isso significa mostrar anúncios relacionados aos produtos acessados no seu site em outras plataformas e direcionar o cliente interessado de volta para a sua rede. 

Mas antes que  alguém decida comprar seu produto ou serviço, ele precisa sentir que conhece a marca. O reconhecimento da marca é uma grande força motriz por trás dessa estratégia de marketing, o remarketing gera um aumento de 1046% nas pesquisas de marca. A exposição repetida à marca desempenha um papel importante para atrair novos clientes, acelerar o processo do funil e fidelizar clientes.

Uma pessoa que foi impactada pelo menos 7 vezes com o seu produto tem mais chances de efetuar a compra final. O remarketing cria visibilidade para sua marca, permitindo que você alcance um público realmente interessado no que você tem a oferecer. Assim que um visitante navegar em seu site, ele começará a ver seus anúncios enquanto lê um artigo, ouve música ou navega pelas redes sociais. Seus anúncios os lembrarão de todas as coisas legais que você tem a oferecer e os trarão de volta ao seu site quando decidirem fazer uma compra. Empresas como Facebook, Google e Twitter  oferecem opções de retargeting direto e facilitado, permitindo que você alcance pessoas diretamente de sua plataforma.

Onde acontece

As principais plataformas digitais de interação já oferecem às marcas meios diretos de remarketing, isso também significa um alcance mais efetivo e uma taxa de conversão maior. Os espaços mais comuns de atuação geralmente são: Google Display Network, Facebook Ads, e-mail marketing e Twitter Ads.

Google Display Network

Aqui, você pode colocar anúncios gráficos para quem já interagiu com sua empresa e / ou produto por meio de uma visita ao site, uso de aplicativo, vídeo do YouTube ou se eles fizerem parte de sua lista de clientes. Um caso de uso típico é se um consumidor pode estar olhando para um produto, mas não colocou a compra do item. Você pode configurar o remarketing para exibir a eles um anúncio gráfico deste produto. Inclui anúncios estáticos, dinâmicos, de remarketing de e-mail e de pesquisa. O Google AdWords é um bom ponto de partida para novos negócios.

Facebook Ads 

Este gigante da mídia social é um criador de tendências quando se trata de remarketing. Além disso, as opções desta plataforma podem ser aplicadas ao Facebook, Messenger e Instagram. Portanto, seu maior benefício é a enorme base de usuários ativos – mais de 1 bilhão.

O público do cliente é uma extensão dos anúncios do Facebook. Funciona criando pixels que podem ser adicionados a sites. Isso permite que os proprietários de negócios construam seu público personalizado.

Da mesma forma que o remarketing do Facebook, o Instagram tem uma abordagem poderosa, graças aos seus 300 milhões de usuários. E à medida que a popularidade da plataforma continua a crescer, o mesmo acontecerá com sua estratégia de remarketing.

Twitter Ads

Assim como o Facebook, o Twitter usa o  pixel do Twitter instalado nos sites,  assim a marca pode coletar IDs de cookies de todos os visitantes. Por meio do público personalizado do Twitter, as empresas podem utilizar o engajamento do visitante para direcionar suas soluções de remarketing. As diferentes técnicas incluem:

  • Listas – usa endereços de e-mail ou nomes de usuário do Twitter
  • Web – tem como alvo as pessoas que usam a tag do Twitter em um site
  • Aplicativos móveis – use dados coletados de um aplicativo móvel

As vantagens do remarketing 

O remarketing ajuda a encorajar as conversões perdidas a voltar, mas vai muito além disso,  é uma oportunidade de continuar a conversa que poderia ter sido uma decisão de apenas 30 segundos por parte do consumidor. Remarketing é um relacionamento, já que você não converte após uma única visita ao site, você precisa alimentar a presença da marca na vida do cliente.  

O objetivo do remarketing é ganhar a confiança dos visitantes do seu site e dos clientes em potencial, deixando-os à vontade com você. Em seguida, você os pressiona suavemente para trazê-los de volta a sua home, instruindo-os ainda mais por meio de postagens em blogs, webinars, materiais de treinamento e sequências de acompanhamento por e-mail. E pode acreditar, as vantagens são tantas que precisamos listar:

  • Os clientes em potencial são lembrados de seu desejo de compra
  • Acompanhar os visitantes recém-encontrados com anúncios altamente direcionados torna os negócios mais lucrativos.
  •  Os custos de investimento nessas técnicas são menores do que a aquisição de novos usuários.
  • A campanha de marketing beneficia toda a base de usuários. KPIs de monetização, retenção e viralidade 
  • É uma maneira eficaz de aumentar o conhecimento da marca, impulsionar a atividade de vendas e aumentar os registros.
  • Seu foco (tempo, dinheiro e esforço) está nas pessoas que já demonstraram interesse em sua marca
  • As empresas têm mais opções para filtrar, modificar e personalizar seu desempenho 
  • Os clientes podem encontrar empresas imediatamente enquanto pesquisam nos mecanismos de pesquisa. 
  • A criação de listas de remarketing ajuda a concentrar os esforços de publicidade em conjuntos exclusivos de clientes. 
  • Você pode alcançar uma base de usuários mais ampla 

Remarketing pode ser o ponto chave para sua estratégia de marketing e nunca esqueça: dar algo de valor de graça é uma tática excelente para redirecionar o tráfego, contanto que seja específico para o que eles parecem estar procurando quando visitam seu site. 

compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Que tal uma consultoria sobre a sua marca no mundo digital?

agência MVP
online

E aí, como podemos te ajudar hoje? 😬

Somos especialistas em:
📢 Marketing Digital
🎯 Performance
💎 Criação & Design
💻 Web